Colômbia acha que Farc são um dos principais cartéis do mundo

Bogotá, 6 mai (EFE).- O ministro da Defesa da Colômbia, Juan Manuel Santos, disse hoje que a guerrilha das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) é um dos principais cartéis de drogas do mundo, ao lembrar que pelo menos 50 de seus chefes estão solicitados em extradição por autoridades dos Estados Unidos.

EFE |

"Hoje, as Farc são um dos principais cartéis das drogas do mundo e pelo menos 50 de seus líderes estão solicitados em extradição pelos Estados Unidos, acusados não de terrorismo, mas de narcotráfico", disse Santos.

O alto cargo fez estas declarações ao discursar em um fórum organizado pela Escola Superior de Guerra em Bogotá, com a presença de militares estrangeiros de cerca de 20 países.

Acrescentou que, com uma guerrilha narcotraficante, "é insustentável a clássica divisão de funções de acordo com a qual as forças militares tratava exclusivamente de temas de defesa e soberania, enquanto a Polícia se ocupava do tema da segurança".

Hoje, na Colômbia, "sem perder a essência de cada instituição armada, há um eficaz trabalho coordenado entre as forças militares e a Polícia que gera uma sinergia positiva contra o crime", disse.

Revelou que, em áreas de forte presença das Farc e de extensas áreas de cultivos ilegais de coca até há alguns poucos anos, agora há uma drástica redução dessas plantações.

Afirmou também que "fazer obras essenciais de infraestrutura, uma estrada, um sistema de interconexão elétrica, um aqueduto, é tão importante para a segurança como a captura de um líder terrorista".

EFE rrm/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG