Maputo - Doze detentos apareceram mortos ontem nas celas de uma sede da Polícia no norte de Moçambique e acredita-se que eles tenham sido vítima de cólera, informou hoje o Ministério do Interior.

"Na madrugada de 16 para 17 de março, em circunstâncias ainda não esclarecidas, morreram 12 pessoas das 29 que estavam detidas" nessa cadeia policial, diz um comunicado do Ministério.

A imprensa local acredita que as mortes podem estar ligadas aos surtos de cólera que atingem diversos pontos do país desde o fim do ano passado.

A cólera afeta a maioria dos países do sul da África, em muitos casos devido à expansão da grave epidemia da doença no Zimbábue, onde desde o ano passado morreram cerca de quatro mil pessoas.

Leia mais sobre: cólera

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.