Colégios eleitorais de Yangun abrem para votar Constituição

Yangun, 24 mai (EFE).- Os colégios eleitorais de Yangun, a maior cidade do país e antiga capital de Mianmar (antiga Birmânia), abriram neste sábado (horário local), para que os birmaneses votem no plebiscito sobre a Constituição proposta pela Junta Militar.

EFE |

A votação em Yangun e nas zonas do delta do rio Irrawaddy, situadas ao sul, foi adiada até hoje por causa da catástrofe causada pela passagem do ciclone "Nargis".

Até o momento, se desconhece se todos os colégios eleitorais localizados na arrasada região do delta abriram suas portas, dadas as restrições impostas pelas autoridades para impedir o acesso a esta região pobre e sem quase infra-estrutura.

O regime proibiu viajar para o delta do rio até o fechamento dos colégios eleitorais, enquanto a imprensa, rádio e televisão oficiais, não mencionam a crise humanitária que a falta de ajuda provocou na região. EFE csm/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG