Colégio eleitoral fecha para que jovem amiga de Berlusconi vote

Roma, 7 jun (EFE).- O colégio eleitoral da jovem italiana Noemi Letizia, de 18 anos, presente em alguns dos escândalos que atualmente envolvem o primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, fechou suas portas por alguns minutos para que ela votasse com tranquilidade, informou o jornal La Repubblica.

EFE |

Noemi Letizia chegou ao colégio eleitoral do bairro de Portici, em Nápoles, acompanhada por agentes municipais e por seus pais, Benedetto Letizia e Anna Palumbo.

Para que a jovem votasse, o colégio eleitoral fechou suas portas temporariamente, o que provocou protestos dos jornalistas que desde ontem aguardavam para registrar a presença de Noemi, cuja festa de 18 anos recebeu a presença de Berlusconi, o que despertou a iras de sua agora ex-mulher, Veronica Lario.

Depois de votar, Noemi Letizia saiu sem falar e deixou o local em um carro acompanhada de seus pais. EFE cps/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG