Colégio belga fecha após detecção de caso da gripe

Bruxelas, 29 mai (EFE).- As autoridades belgas ordenaram hoje o fechamento de um colégio da localidade de Tervuren até a próxima terça-feira, após a detecção de um caso de gripe suína em um de seus alunos, que tinha viajado recentemente aos Estados Unidos.

EFE |

A criança, de 10 anos, retornou no domingo passado de uma viagem aos EUA com sua família, e foi à escola até quarta-feira, quando se manifestaram os primeiros sintomas da doença.

Após analisar o caso, a Comissão Interministerial de Gripe do Governo belga confirmou ontem que a criança estava com o vírus A (H1N1) e decidiu fechar o centro de ensino por motivos preventivos, anunciou hoje o organismo, em comunicado.

Além disso, todos os colegas de classe da criança e seus professores estão sendo tratados com antivirais, e se recomendou aos outros alunos do centro - cerca de 270 - e a suas famílias que não saiam de casa e vigiem possíveis sintomas.

Ontem, foi registrado outro caso de gripe suína na Bélgica, que afeta um bruxelense que acabava de voltar de Nova York, e que eleva para dez o total de contágios no país.

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE ahg/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG