Coleção de obras de Andy Warhol é roubada nos EUA

A polícia de Los Angeles está investigando o roubo de uma coleção de obras de Andy Warhol avaliada em milhões de dólares. Um retrato de Pelé estava entre as obras levadas da casa do empresário Richard Weisman.

BBC Brasil |

A tela é uma de dez que Warhol pintou no final dos anos 70, quando ele voltou suas atenções para atletas famosos como o pugilista Muhammad Ali e o então jogador de futebol americano, OJ Simpson. Elas faziam parte da coleção do empresário.

AP
Cartaz da polícia de Los Angeles oferece recompensa de US$ 1 milhão

Além dessas peças, foi levado um retrato do próprio Weisman.

Foi oferecida uma recompensa de US$ 1 milhão por informações que levem à localização da coleção. A polícia disse que o roubo das telas ocorreu entre os dias 2 e 3 de setembro.

O desaparecimento das obras foi descoberto por um empregado, que notou que as paredes da sala de jantar estavam nuas e chamou a polícia. As autoridades dizem que o restante da propriedade estava intacto e que não havia sinal de arrombamento.

O detetive Mark Sommer disse que o ladrão teve como alvo a coleção de Warhol com personalidades do mundo esportivo já que outras obras de arte, inclusive outras telas de Warhol, foram deixadas para trás. Por alguma razão eles tinham interesse nesta coleção", afirmou.

Weisman disse que o roubo foi "uma perda profundamente pessoal para mim e para a minha família".

Andy Warhol morreu em 1987. Ele se tornou mundialmente famoso na década de 60 quando retratou em um quadro uma lata de sopa da marca Campbell's.

Leia mais sobre: roubo de obras de arte

    Leia tudo sobre: andy warholartearte contemporâneaartes plásticasroubo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG