Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Colapso de ajuda a montadoras nos EUA derruba bolsas

Os mercados da Ásia e Europa sofreram forte queda nesta sexta-feira, em resposta à rejeição do pacote de ajuda às montadoras americanas no Senado dos Estados Unidos. O índice Nikkei, do Japão, fechou em queda de 5,6% e o Hang Seng, de Hong Kong, em baixa de 6,9%.

BBC Brasil |

Outros mercados regionais também sofreram quedas.

Na Europa, os mercados também operavam em queda logo após a abertura. O FTSE, de Londres, estava em baixa de 2,7%, o Cac, da França, em queda de 4,7% e o Dax, da Alemanha, em queda de 3,4%.

"Este é um sinal muito ruim", a tendência é que a ações nos EUA também sofram queda, disse Yasutoshi Nagai, economista chefe na Daiwa Securities.

Iêne fortalecido
Os investidores continuam mostrando pouca confiança no setor automotivo, em particular após a rejeição do Senado americano ao plano de ajuda de US$ 14 bilhões para a Chrysler, Ford e General Motors.

Os temores nos setor se refletiram nos mercados japoneses. As ações da Toyota, Honda e Nissan caíram pelo menos 10%.

Os exportadores japoneses também foram atingidos com a queda da cotação do dólar frente ao iene - a menos de 89 ienes -, a mais baixa dos últimos 13 anos.

As quedas bruscas no preço das ações asiáticas cancelaram os ganhos feitos durante a semana passada.

As perdas nos mercados asiáticos aumentaram as suspeitas de que o governo japonês poderá aumentar seu pacote de estímulo anunciado em outubro, para promover as atividades na maior economia da Ásia.

O governo também poderá ser forçado a intervir para parar o fortalecimento do iêne frente ao dólar.

"Sem intervenção, o dólar poderá chegar a 85 iênes, então, o Japão deverá intervir para que isso não ocorra", disse Masafumi Yamamoto, do Royal Bank of Scotland em Tóquio.

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG