COI lamenta ataque contra parentes de membro da delegação dos EUA em Pequim

Redação Central, 10 ago (EFE).- O Comitê Olímpico Internacional (COI) lamentou a notícia do ataque contra dois parentes de um membro da comissão técnica da equipe masculina de vôlei dos Estados Unidos e um guia turístico chinês.

EFE |

"O COI está profundamente triste com a notícia do trágico incidente envolvendo familiares de um técnico da seleção de vôlei masculino dos EUA", disse o organismo em comunicado.

Um homem de nacionalidade chinesa atacou neste sábado no centro de Pequim um guia turístico chinês e os dois turistas americanos, matando um deles.

O ataque aconteceu por volta das 12h20 (1h20 de Brasília).

Depois, o agressor se suicidou saltando do segundo andar da Torre do Tambor, um popular ponto turístico da capital chinesa.

Em comunicado enviado à Agência Efe, o comitê olímpico dos Estados Unidos lamentou o incidente sofrido por "dois familiares de um integrante da comissão técnica da equipe masculina americana de vôlei".

O COI informou ainda em seu comunicado que "prestará toda a assistência necessária às pessoas atingidas pelo ataque", e que trabalha "ao lado das autoridades chinesas para apurar o incidente o mais rápido possível". EFE rd/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG