Cobertura das eleições presidenciais americanas

A AFP mobilizará mais de uma centena de jornalistas para fornecer uma cobertura rápida e em profundidade das eleições americanas e das reações em todo o mundo, através de texto, foto, televisão, gráficos e Internet.

AFP |

Estamos mobilizando equipes de reportagem que vão atuar junto a Barack Obama e a John McCain, e nos centros de votação na Flórida, em Nova York, Virgínia, Ohio, Pensilvânia, Missouri, Texas, Colorado e Califórnia.

De acordo com uma longa tradição, os colégios eleitorais nas pequenas cidades de Dixville Notch e Hart's Location (New Hampshire) abrirão brevemente à meia-noite (05H00 GMT) para que seus moradores possam ser os primeiros a votar, na próxima terça-feira. Nossos repórteres estarão aí para a cobertura.

Enviaremos um boletim de abertura das urnas em Vermont às 10H00 GMT de terça-feira. As primeiras urnas vão fechar à meia-noite GMT de terça-feira e a última, no Alasca, às 06H00 GMT de quarta-feira.

Os resultados estado por estado serão publicados imediatamente, à medida que forem chegando. Teremos, além disso, uma nota e um quadro sobre resultados que iremos atualizando ao longo de toda a noite, assim como sobre a participação eleitoral.

Esperamos as primeiras indicações sobre o nome vitorioso após as 04H00 GMT de quarta-feira.

Ao longo da votação e imediatamente depois do resultado, publicaremos um pacote multimídia completo de notas sobre os acontecimentos da jornada, reações mundiais, reportagens, perfis, notas de contexto e análises.

A nota central da eleição será atualizada rápida e regularmente, com a mesma clareza e perspectiva global que caracterizaram a nossa cobertura ao longo desta histórica campanha.

Nossos fotógrafos fornecerão imagens dos quartéis generais dos candidatos em Chicago e Phoenix, além de Nova York e Los Angeles.

A equipe de AFPTV divulgará 40 vídeos em todos os idiomas durante as 24 horas anteriores e posteriores aos resultados.

Em nossa cobertura Internet forneceremos vínculos a partir da história principal com a apresentação de ângulos, gráficos, notas de contexto e um mapa interativo com resultados.

Publicaremos reações mundiais durante a votação e depois do resultado a partir de Afeganistão, Iraque, Quênia, Indonésia e das principais capitais da Europa, América Latina e do mundo.

Depois de conhecido o nome do vencedor, enviaremos um temário especial de previsões pós-eleitorais que incluirá:

- Os números da eleição, acompanhados de análise e nota sobre reações

- Perfis do presidente eleito, seu vice-presidente e a primeira-dama, além do candidato perdedor

- O círculo de pessoas próximas ao vencedor e as possíveis nomeações

- Uma nota sobre os resultados no Congresso e nos governos

- Ângulos sobre a política econômica e externa do presidente eleito

- As reações do vencedor aos resultados

- O impacto do resultado nos mercados financeiros

- Uma síntese dos resultados dos principais referendos estaduais.

Afp/dh

EUA-Eleições-Previsões

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG