Coalizão formada por RDC e Ruanda toma principal base de rebeldes

Kinshasa, 2 fev (EFE).- A coalizão formada pelas Forças Armadas da República Democrática do Congo (RDC) e as Forças de Defesa de Ruanda (FAR) tomou o controle da localidade de Munzenze, considerada a principal base dos rebeldes ruandeses que atuam no leste congolês.

EFE |

Segundo um comunicado divulgado hoje pelo comando da operação militar conjunta, um dos insurgentes do rebelde Frente Democrática para a Libertação de Ruanda (FDLR) morreu no confronto registrado no sábado em Munzenze, no nordeste da província congolesa de Kivu Norte.

Também no sábado, soldados da 15ª Brigada do Exército congolês capturaram oito milicianos das FDLR em operações nas localidades de Mako, Nyabanira, Birua e Kihito no território de Rutshuru da província, onde foi apreendida uma grande quantidade de armas dos rebeldes ruandeses.

No mesmo período, quatro rebeldes se entregaram, junto com seu armamento, à Missão das Nações Unidas na RDC (Monuc) e outros 12 à coalizão congolesa-ruandesa.

A MONUC, enquanto isso, anunciou hoje sua decisão de não participar de nenhuma das instâncias nas quais estiver presente o general Bosco Ntangada, um ex-rebelde congolês integrado ao Exército da RDC contra o qual o Tribunal Penal Internacional (TPI) emitiu uma ordem de busca e captura por acusações de crimes de guerra. EFE py/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG