Coalizão de esquerda mantém maioria na Noruega: resultados parciais

A coalizão de esquerda no governo da Noruega conservou uma apertada maioria no parlamento depois das eleições legislativas desta segunda-feira, segundo os primeiros resultados oficiais parciais.

AFP |

Os partidos de esquerda encabeçados pelo trabalhista Jens Stoltenberg ganhavam 86 cadeiras de um total de 169 no Parlamento, segundo as projeções oficiais, após a apuração de 35,5% dos votos.

A oposição de direita registrava 83 assentos, dos quais 38 para os populistas do Partido do Progresso.

São necessárias 85 cadeiras para se obter a maioria absoluta.

Estes resultados coincidem com as pesquisas de boca de urna anunciadas anteriormente.

Os primeiros resultados foram recebidos com muita prudência pelos líderes da coalizão que ocupa o governo.

"São bons resultados, mas é preciso manter a calma", declarou após a divulgação das pesquisas Raymond Johansen, presidente do Partido Trabalhista, principal formação do país.

"Não podemos dizer nada de seguro sobre os resultados", disse Kristin Halvorsen, líder do Partido Esquerda Socialista. "Mas a vitória parece estar ao nosso alcance", acrescentou.

No poder desde 2005, o governo de esquerda fez campanha com a promessa de reforçar a atuação social do Estado e de defender o emprego no país escandinavo rico em petróleo.

A oposição de direita se comprometeu a reduzir os impostos e fazer privatizações.

phy/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG