CNN contrata ex-governador envolvido em escândalo sexual

Eliot Spitzer renunciou ao governo de Nova York após ser revaldo seu envolvimento com rede de prostituição de luxo

EFE |

A emissora americana CNN anunciou nesta quarta-feira a contratação do ex-governador de Nova York Eliot Spitzer, que deixou o cargo em 2008 após a descoberta de seu envolvimento com uma rede de prostituição de luxo. Spitzer vai apresentar uma mesa-redonda em horário nobre ao lado da jornalista Kathleen Parker.

Getty Images
Observado pela mulher, Silda, Eliot Spitzer renuncia ao cargo (12/03/2008)

O programa do democrata Spitzer, que foi procurador do Estado de Nova York e depois eleito governador, irá ao ar de segunda-feira a sexta-feira. Ele e Katherine, vencedora de um prêmio Pulitzer de jornalismo e conhecida colunista conservadora, "comentarão com seus convidados as histórias mais importantes, irresistíveis e divertidas do dia", diz um comunicado da CNN.

Segundo o canal, o programa - que ainda não tem nome - será "uma dinâmica troca de opiniões e análise" e oferecerá aos espectadores as notícias do dia por meio de "duas das figuras mais inteligentes e francas do país, que não têm interesses particulares e que lutam por causas importantes".

"Tenho muita vontade de trabalhar junto com Kathleen em um programa que vai informar, questionar e entreter. Agradeço a CNN pela oportunidade que me dá para apresentar um programa que estará a favor da definição dos assuntos de nosso tempo", declara Spitzer no mesmo comunicado.

O ex-governador, que nos últimos meses apareceu em diversos programas de televisão e atuou como colunista econômico em algumas publicações, também elogiou o "extraordinário intelecto e as agudas observações" de sua nova companheira de trabalho.

Spitzer renunciou ao governo de Nova York em março de 2008 e encerrou sua carreira política, construída em cima da perseguição à corrupção e a irregularidades financeiras, após investigação da receita federal americana que revelou seu envolvimento com a rede de prostituição.

    Leia tudo sobre: euaeliot spitzer

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG