Clinton intercedeu também por presos sul-coreanos em Pyongyang

Seul, 6 ago (EFE).- O ex-presidente dos Estados Unidos Bill Clinton pediu ao ditador norte-coreano, Kim Jong-il, que liberte os cidadãos sul-coreanos detidos pelo regime comunista, informou hoje a Chancelaria da Coreia do Sul.

EFE |

Segundo o Ministério de Assuntos Exteriores, citado pela agência de notícias local "Yonhap", o ex-presidente intercedeu por um trabalhador sul-coreano detido pelo regime comunista no final de março e pelos quatro tripulantes de um pesqueiro que cruzou na semana passada a fronteira marítima com a Coreia do Norte.

No entanto, o porta-voz da Chancelaria disse que por enquanto não há informação de resposta de Pyongyang a respeito.

Segundo Seul, um porta-voz de Clinton confirmou que o ex-presidente tratou de assuntos humanitários com o ditador norte-coreano.

O ex-presidente americano, marido da atual secretária de Estado, Hillary Clinton, realizou esta semana uma breve viagem à Coreia do Norte para tentar a libertação de duas jornalistas dos EUA que estavam presas desde 17 de março no país comunista.

O Departamento de Estado enviou uma mensagem de agradecimento ao Governo da Coreia do Sul por ter apoiado a viagem de Clinton a Coreia do Norte, segundo o porta-voz sul-coreano. EFE ce/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG