Clinton e magnatas Slim e Giustra doam US$ 45 milhões à América Latina

México, 4 ago (EFE).- O ex-presidente americano Bill Clinton e os magnatas Carlos Slim, do México, e Frank Giustra, do Canadá, anunciaram hoje que destinarão US$ 45 milhões a programas assistenciais em Peru, Colômbia e México.

EFE |

Os três se associaram no ano passado para criar um fundo denominado Iniciativa para o Desenvolvimento Sustentável Clinton-Giustra, para o combate à pobreza no mundo, com uma contribuição inicial de US$ 200 milhões, fornecidos em partes iguais por Giustra e Slim.

Esta iniciativa, segundo disse hoje o empresário canadense, já conta com um fundo de US$ 350 milhões.

Dos US$ 45 milhões anunciados nesta segunda-feira, US$ 20 milhões irão para a Colômbia, e outros US$ 5 milhões ao Peru, segundo foi explicado em entrevista coletiva na qual estiveram presentes Clinton, Slim, Giustra e o presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento, Luis Moreno.

Os US$ 20 milhões para a Colômbia serão destinados a pequenas e médias empresas que desenvolvam negócios em áreas pouco desenvolvidas do país, ao tempo que os outros US$ 5 milhões serão aplicados no Peru para a realização de 50 mil cirurgias de catarata nos próximos três anos.

Além disso, Slim anunciou US$ 20 milhões da fundação que leva seu nome para um programa de alfabetização digital no México.

Na entrevista coletiva, Clinton brincou ao assinalar que Slim "doa seu dinheiro quase com a mesma rapidez com que o ganha".

Clinton está no México para participar da 17ª Conferência Internacional sobre Aids (AIDS 2008). EFE gt/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG