Mais de 150 membros do clero católico foram alvo de investigações por pedofilia na Diocese de Dublin nos últimos 68 anos, anunciou o arcebispo Diarmuid Martin, nesta sexta-feira.

"É apenas conhecendo toda a verdade sobre o passado que poderemos melhorar o nível de segurança das crianças de hoje", declarou o arcebispo, em um comunicado divulgado após audiências a portas fechadas em uma investigação interna da Igreja.

De acordo com a nota, 152 membros do clero foram investigados: 140, por acusações diretas, e 12, por suspeitas. Seriam cerca de 400 vítimas, mas "é muito provável que esse número não seja definitivo", completa o texto.

Monsenhor Martin reiterou seu apelo a qualquer pessoa que tenha informações sobre abusos sexuais de padres sobre crianças, para que entre em contato com os respectivos serviços.

Até agora, oito padres da Diocese de Dublin foram condenados por pedofilia. Outros três estão sendo processados.

ab/tt

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.