Clérigo iraniano prevê colapso do capitalismo e critica Obama

Teerã, 6 fev (EFE).- O clérigo iraniano Ahmad Khatami, encarregado de ditar o sermão da sexta-feira, previu hoje a morte do sistema capitalista e o afundamento das sociedades construídas na Europa e Estados Unidos.

EFE |

Na mesquita da Universidade de Teerã, considerada a principal tribuna política do país, o clérigo também acusou o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, de enganar o povo com suas promessas de mudança.

"Os bancos americanos estão à beira da falência, e com a ajuda de Deus, o sistema capitalista americano entrará em colapso total", disse Khatami a milhares de pessoas reunidas para a oração comunitária da sexta-feira.

"Digo aos que criticam os problemas econômicos da República Islâmica que olhem para a Europa e os Estados Unidos. Eles também têm diversos problemas. É possível criticar o Governo iraniano, mas não é justo ver tudo com pessimismo e exagerar os problemas nacionais", ressaltou.

Khatami, que dita de forma provisória o importante sermão da sexta-feira, criticou ainda o novo presidente americano, que acusou de utilizar o lema "mudança" apenas para conseguir os votos que precisava.

"Obama chegou ao poder com o lema da mudança. Ele conseguiu convencer uma enorme quantidade de eleitores. Mas nas duas últimas semanas vimos como comete os mesmos erros que seu antecessor, George W. Bush, e castiga o Irã", explicou.

"Para ser coerente, deve aplicar uma mudança real e impedir que seu Governo seja como o anterior: arrogante e imperialista", disse o clérigo. EFE jm/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG