Classe média vive declínio e está vulnerável nos EUA, diz relatório

Um relatório divulgado nos Estados Unidos indica que a classe média americana vem diminuindo nos últimos anos e que 76% das famílias enfrentam dificuldades financeiras e correm o risco de entrar na faixa de pobreza. O relatório From Middle to Shaky Ground: The Economic Decline of Americas Middle Class (De um Patamar Médio para um Terreno Instável: O Declínio Econômico da Classe Média dos Estados Unidos, em tradução livre) compilou dados do governo americano sobre famílias de classe média no período entre os anos de 2000 e 2006.

BBC Brasil |

No estudo, foram consideradas de classe média famílias cujas rendas anuais eram entre duas e seis vezes maiores do que as de famílias na faixa federal de pobreza americana (renda anual de entre US$ 40 mil e US$ 120 mil para uma família de quatro membros).

O documento analisou a segurança financeira das famílias com base em cinco fatores: ativos financeiros, conquistas educacionais, custos com habitação, orçamento e assistência médica.

Entre as conclusões estão a de que, no período analisado, 4 milhões de lares perderam segurança econômica e estão em uma posição de risco frente aos desafios criados pela atual crise financeira.

Declínios "alarmantes"
O relatório diz, por exemplo, que os americanos de classe média perderam 22% dos seus ativos financeiros (como dinheiro em contas bancárias) no período analisado. Ou seja: em média, de cada dólar que possuíam em ativos em 2000, essas pessoas tinham US$ 0,78 em 2006.

Esse recuo não inclui o prejuízo com a desvalorização dos imóveis - um fator-chave na atual crise financeira global.

Em termos de custos com habitação, a classe média americana teve um aumento de 9% no período. Além disso, o número de famílias em que pelo menos um membro não tem assistência médica aumentou de 18% em 2000 para 25% em 2006.

"Declínios como estes em qualquer área são alarmantes", disse Tom Shapiro, professor de direito e diretor do Instituto de Ativos e Política Social na Universidade Brandeis (Massachusetts), organização que ajudou a elaborar o relatório.

"Notícias ruins em várias áreas que sustentam a estabilidade financeira indicam que a classe média está enfrentando seu maior desafio desde a Grande Depressão (no início dos anos 30)", completou Shapiro.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG