Clara Rojas vende à editora Plon direitos de livro sobre cativeiro

Bogotá, 24 jul (EFE).- A ex-refém Clara Rojas assinou com a editora francesa Plon e vendeu os direitos do livro que escreve sobre o período no qual foi refém das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

EFE |

Em entrevista coletiva, a ex-candidata à Vice-Presidência da Colômbia disse hoje que o compromisso é fazer o livro até janeiro de 2009 e que tem dois títulos em mente ou a combinação de ambos para a narração: "O que sai do meu coração para contar" e "Uma bênção de Deus".

"Chegamos a um acordo com a editora Plon e estou muito contente e motivada. Hoje, me levantei muito motivada com este trabalho que me impulsiona a seguir em frente, vou tentar fazer uma história do que vivi, certamente do que sofri, superei e é uma história que termina com um final feliz", disse Rojas.

A ex-refém, seqüestrada em 23 de fevereiro de 2002 junto a Ingrid Betancourt e liberada em 10 de janeiro pelas Farc, destacou que o livro estará centrado em sua vivência durante o seqüestro.

"Cada um conta como foi na guerra", ressaltou Rojas, que teve em cativeiro seu filho Emmanuel com um guerrilheiro das Farc.

"Vai ter parte de situações de convivência (entre os reféns), embora o importante seja contar a história própria para esclarecer tanto rumor", disse.

Rojas disse que ficou pouco tempo com Betancourt e o ex-congressista Luis Eladio Pérez no mesmo local.

A ex-refém disse reiteradamente que as versões dadas por Betancourt e Pérez sobre o cativeiro são falsas, "têm algo de teatro", e que eles não fizeram nada por ela quando quase perdeu a vida junto a seu filho no momento em que deu à luz nas selvas da Colômbia.

A editora do livro, Muriel Beyer, falou sobre o projeto.

"Estou muito orgulhosa de editar o livro de Clara, de conhecê-la e penso que tem uma experiência de vida muito particular e tem muitas coisas para nos passar, sua coragem, sua dignidade que são elementos muito importantes", disse. EFE fer/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG