Clara Rojas revela reunião de presidentes da Colômbia, França e Venezuela

Bogotá, 19 abr (EFE).- Clara Rojas, libertada em janeiro após seis anos sob poder das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), revelou hoje que está sendo preparada uma reunião dos presidentes da Colômbia, da França e da Venezuela para definir ações que permitam libertar os reféns da guerrilha.

EFE |

A ex-candidata à Vice-Presidência da Colômbia disse ao canal "RCN" que tem informação da preparação de uma reunião do presidente colombiano, Álvaro Uribe, com os chefes de Estado da França, Nicolas Sarkozy, e da Venezuela, Hugo Chávez, mas não deu detalhes.

A reunião tem como objetivo buscar contatos com as Farc, disse Rojas, seqüestrada em fevereiro de 2002 e libertada em 10 de janeiro.

"Há uma reunião do presidente Chávez, do presidente Sarkozy e do presidente Uribe muito em breve, que busca apontar uma estratégia que permita penetrar nas Farc. Precisamos obter um contato com as Farc", disse Rojas.

As Farc ainda têm vários reféns em seu poder, entre eles a ex-candidata presidencial franco-colombiana Ingrid Betancourt, companheira de chapa de Clara Rojas. EFE gta/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG