Civis morrem em bombardeio da Otan no Afeganistão

Cabul, 5 mai (EFE).- Um número indeterminado de civis morreu em um bombardeio da aviação da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), que atacou um grupo de talibãs que tinha sitiado um distrito da província de Farah, informou hoje à Agência Efe uma fonte oficial.

EFE |

Os insurgentes tinham ganhado força nos últimos dois dias no distrito de Bala Bulok, onde atacaram várias localidades e mataram três civis, após acusá-los de espionar para o Governo afegão e as forças internacionais destacadas no país.

O governador provincial, Rohul Amin, acrescentou que os talibãs mataram também três policiais e feriram quatro antes da intervenção do Exército afegão ontem à noite, com apoio da aviação da Otan.

A força conjunta atacou os rebeldes, escondidos em casas, segundo a fonte, que estimou em cerca de 30 o número de insurgentes mortos e em "várias" as vítimas civis.

Um porta-voz da Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf) da Otan consultado pela Efe confirmou que ontem à noite aconteceu um "enfrentamento" em Farah, mas não informou sobre as baixas.

Algumas das casas foram destruídas durante o combate e os bombardeios da aviação em Bala Bulok, de onde os insurgentes conseguiram escapar.

Segundo o governador, o Exército afegão e a Otan lançaram uma operação para perseguir os talibãs. EFE lo-nh/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG