Civil morre baleado ao se aproximar com seu veículo de patrulha da Otan

Cabul, 13 ago (EFE).- Um civil afegão foi morto hoje por soldados da Otan após se aproximar com seu veículo de uma patrulha das forças estrangeiras no sul do Afeganistão, diz um comunicado divulgado hoje pela Aliança Atlântica.

EFE |

Os soldados da Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf), sob comando da Otan, ordenaram que um veículo que se aproximava de sua posição na província de Helmand parasse, mas o carro continuou avançando em direção à patrulha.

Quando o veículo estava a cerca de dez metros das tropas, os militares, "temendo um ataque", abriram fogo e acabaram com a vida do civil, diz a nota.

O civil foi imediatamente enviado para uma base próxima para receber tratamento médico, mas acabou morrendo por causa dos ferimentos.

"Os soldados da Isaf são treinados para seguirem os passos apropriados e minimizarem as vítimas civis", diz a nota.

"No entanto, têm que agir para se protegerem quando estão sob ameaça. Trágicos incidentes como este são evitáveis se as pessoas cumprem as instruções dos que se esforçam por fornecer uma atmosfera segura", diz o comunicado da Isaf.

A nota acrescenta que a Otan realiza campanhas para informar os aldeões que se mantenham afastados de seus comboios quando se movimentam pelas estradas.

A Isaf disse "lamentar" a morte do civil e afirmou que o fato será investigado.

Neste ano morreram mais de 2.600 pessoas por causa da violência no Afeganistão, das quais mais de 1.000 poderiam ser civis, informam agências de cooperação em solo afegão. EFE nh/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG