Jerusalém, 21 out (EFE).- A Cisjordânia renovará sua rede elétrica graças a um projeto financiado pela União Européia (UE) com mais de 10 milhões de euros, informou hoje, em comunicado, o Escritório de Assistência Técnica do bloco para os territórios palestinos.

A Autoridade Nacional Palestina (ANP) anunciou hoje que assinou seis contratos para obter as provisões essenciais para iniciar as melhorias na rede elétrica na Cisjordânia.

Em breve, a Autoridade Palestina de Recursos Naturais e Energia iniciará um amplo programa para reabilitar a rede e torná-la mais segura e eficiente.

O projeto, para o qual a União Européia doou 10,15 milhões de euros através de seu programa Pegase, chegará a 168 campos de refugiados e dezenas de localidades e cidades cisjordanianas.

"Apoiamos totalmente os esforços da ANP de oferecer melhores serviços públicos ao povo palestino", disse o representante da Comissão Européia em Jerusalém, John Kjaer.

"Melhorar a rede elétrica terá um impacto positivo, não só nas casas individuais, mas também nas empresas. Tudo isso leva a melhorar a qualidade de vida dos palestinos e a impulsionar a economia local", acrescentou. EFE aca/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.