Cinzas vulcânicas voltam a cancelar voos em Bariloche

Poucos dias depois que companhias aéreas retomaram voos em Bariloche, cinzas do vulcão Puyehue voltam a impedir partidas

iG São Paulo |

A menos de uma semana de restabelecer os voos em Bariloche, as companhias aéreas tiveram que cancelar nesta segunda-feira todas as partidas do aeroporto, devido às remanescentes cinzas do vulcão chileno Puyehue, que entrou em erupção em junho do ano passado.

Leia também:
- Voos são normalizados lentamente em aeroporto de Montevidéu

- Cinzas voltam a cancelar voos em Buenos Aires e Montevidéu

A companhia aérea Austral transferiu seus voos para Esquel, enquanto a LAN para Neuquén. A Aerolíneas Argentinas havia voltado a voar em Bariloche na quinta-feira passada após seis meses de suspensão por conta da erupção do vulcão chileno Puyehue Cordón-Caulle, cujas cinzas atrapalham toda a região.

Fontes da companhia aérea informaram a Télam que o único voo das 11h40 foi cancelado e amanhã a situação climática será avaliada para saber se poderão retomar a conexão entre Esquel e Bariloche.

Desde que o vulcão chileno entrou em erupção, os voos das empresas foram suspendidos periodicamente tanto do sul como em outras regiões do país, devido às cinzas se expandiam por todo o território.

Os aeroportos de Buenos Aires também foram afetados em várias ocasiões e tiveram que reprogramar suas viagens para Mendoza, Iguazú, Tucumán e Montevidéu no Uruguai, entre outros destinos.

    Leia tudo sobre: barilochevoosargentinapuyehuevulcão puyehue

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG