Cinzas do vulcão islandês causam fechamento de 7 aeroportos na Espanha

Dezenas de voos são cancelados nesta terça-feira no país, segundo informações de autoridades aeroportuárias

EFE |

Sete aeroportos espanhóis permanecem fechados nesta terça-feira devido à nuvem de cinzas procedente do vulcão islandês, o que obrigou o cancelamento de dezenas de voos, segundo fontes aeroportuárias.

AP
Passageiro observa painel com a situação dos voos no aeroporto internacional de Sevilha, na Espanha
A evolução da nuvem de cinza vulcânica sobre o espaço aéreo espanhol causou o fechamento do tráfego nos aeroportos de Jerez de la Frontera, Sevilha e Badajoz desde as 6h locais (1h em Brasília).

Fontes da AENA, organismo que administra os aeroportos espanhóis, informaram que são mantidas as restrições ao trânsito aéreo impostas entre 20 mil e 35 mil pés.

Em Sevilha e Jerez de la Frontera foram cerca de 50 voos suspensos, mas o número de pessoas afetadas ainda não foi confirmado.

Também permanecem fechados desde as 5h locais (0h de Brasília) os aeroportos de Tenerife Sul, Tenerife Norte, Las Palmas e La Gomera, todos nas Ilhas Canárias.

A princípio, os demais aeroportos das Canárias permanecerão abertos, mas não estão descartadas outras medidas durante o dia.

Outros 23 voos com saída ou chegada ao aeroporto de El Prat, em Barcelona, foram cancelados nesta terça-feira.

    Leia tudo sobre: AeroportosEuropavulcão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG