Por Padraic Halpin e Michael Holden

DUBLIN/LONDRES (Reuters) - A nuvem de cinza emanada por um vulcão islandês afetou novamente os voos na Irlanda e na Escócia na quarta-feira.

" /

Por Padraic Halpin e Michael Holden

DUBLIN/LONDRES (Reuters) - A nuvem de cinza emanada por um vulcão islandês afetou novamente os voos na Irlanda e na Escócia na quarta-feira.

" /

Cinza vulcânica paralisa voos na Escócia e Irlanda

Por Padraic Halpin e Michael Holden

DUBLIN/LONDRES (Reuters) - A nuvem de cinza emanada por um vulcão islandês afetou novamente os voos na Irlanda e na Escócia na quarta-feira.

Reuters |

Por Padraic Halpin e Michael Holden

DUBLIN/LONDRES (Reuters) - A nuvem de cinza emanada por um vulcão islandês afetou novamente os voos na Irlanda e na Escócia na quarta-feira.

Dois aeroportos que atendem Glasgow, segunda maior cidade da Escócia, ficaram fechados pelo menos até a 0h local (três horas a menos em Brasília). O de Edimburgo reabriu às 18h locais. Na Irlanda, o espaço aéreo começará a ser reaberto às 3h de quinta-feira, segundo autoridades irlandesas de aviação.

Os novos incidentes indicam que os transtornos provocados pela nuvem vulcânica devem se estender durante as férias de verão. A erupção na Islândia começou no mês passado, quando 100 mil voos foram cancelados, afetando milhões de passageiros e causando prejuízos estimados em 1,5 a 2,5 bilhões de euros.

A Eurocontrol (agência europeia do tráfego aéreo) disse que cerca de 300 dos 29 mil voos programados para quarta-feira na Europa focam cancelados. "A situação não deve melhorar nesta área durante o dia", disse a agência em nota. "Toda a Irlanda, o oeste da Escócia e o noroeste da Inglaterra podem ser afetados, com riscos às operações dos aeroportos de Manchester e Liverpool."

Além disso, segundo a Eurocontrol, cerca de 900 voos no espaço aéreo grego devem ser cancelados se a greve geral contra o pacote de arrocho econômico durar até 0h.

O Met Office, departamento britânico de meteorologia, disse que na quinta-feira a nuvem deve continuar sendo soprada para sudoeste, na direção do Atlântico, de modo a afetar menos aeroportos.

A British Airways já retomou os voos em Edimburgo na noite de quarta-feira, e pretende operar normalmente na quinta-feira na Escócia.

A empresa irlandesa de baixo custo Ryanair também cancelou voos de e para o aeroporto Glasgow/Prestwick e para as cidades norte-irlandesas de Belfast e Derry até 23h. Ela alertou que os serviços nos aeroportos ingleses de Liverpool, Bristol, Leeds e Manchester podem ser afetados.

A Autoridade Britânica de Aviação Civil afirmou, com base nas atuais previsões, que não espera problemas no sudeste, onde está a região de Londres. A agência recomendou aos passageiros que verifiquem as condições com as companhias aéreas na quarta e quinta-feira.

Na terça-feira entrou em vigor o novo sistema europeu de interdições aéreas progressivas, o que inclui zonas de exclusão aérea parcial, evitando a interdição de todo o espaço aéreo europeu, como aconteceu no mês passado. O novo sistema era uma reivindicação das companhias aéreas.

Os ministros europeus de Transportes definiram limites na concentração de cinzas através das quais os aviões podem voar. As cinzas vulcânicas são abrasivas e podem paralisar motores.

(Reportagem adicional de Keith Weir e Caroline Copley em Londres, Philip Blenkinsop em Bruxelas, e Andras Gergely em Dublin)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG