Cingapura oferece embarcação contra pirataria

Kuala Lumpur, 12 fev (EFE).- Cingapura enviará uma embarcação de transporte e desembarque para se unir à força combinada criada pelos Estados Unidos no mês passado para combater a pirataria no Golfo de Áden, no Mar Arábico e no Oceano Índico, anunciou hoje o ministro da Defesa cingapuriano, Teo Chee Hean.

EFE |

O ministro explicou no Parlamento que Cingapura é uma nação marítima que deve colaborar com os esforços internacionais para estabelecer rotas marítimas seguras.

Segundo o titular da Defesa, houve um aumento dos ataques de pirataria no Golfo de Áden e países como Japão e Turquia anunciaram nas semanas anteriores o envio de navios.

As águas da Somália e do Golfo de Áden, que dão acesso ao Mar Vermelho e ao Canal de Suez, se transformaram nas mais perigosas do mundo para a navegação.

Em dezembro passado, o Conselho de Segurança da ONU adotou uma resolução para lutar contra os piratas da Somália, que permite atacar os refúgios dos criminosos em território desse país com autorização prévia do Governo somali. EFE lol/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG