Cingapura cancela construção de duas prisões por falta de presos

Kuala Lumpur, 8 ago (EFE).- O Governo de Cingapura paralisou a construção de duas prisões devido à queda da população carcerária, informou hoje a imprensa local, que cita fontes oficiais.

EFE |

O diretor de Instituições Penitenciárias, Ng Joo Hee, indicou ao diário "Straits Times" que a decisão de suspender a construção das duas prisões foi tomada em função de a população carcerária estar em seu nível mais baixo nos últimos dez anos.

Atualmente, 11.768 pessoas estão presas nas duas prisões do país, situadas no complexo penitenciário de Changi.

A legislação penal de Cingapura é considerada uma das mais duras do Sudeste Asiático e inclui, além da pena de morte, punições como chicotadas para os condenados a crimes considerados de menor importância, como o furto. EFE srn/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG