Cineasta italiano leva conquistas da Revolução Cubana ao Festival de Veneza

Veneza (Itália), 10 set (EFE).- As conquistas da Revolução Cubana liderada por Fidel Castro há mais de 50 anos foram hoje protagonistas do Festival Internacional de Cinema de Veneza, com a exibição do documentário LOro di Cuba (O Ouro de Cuba, em italiano), do diretor italiano Giuliano Montaldo.

EFE |

O filme, produzido pelo canal estatal italiano "Rai", recolhe em 74 minutos de duração os testemunhos de personagens da vida cultural e social cubana, que falam sobre a atual situação do país e das mudanças positivas, segundo eles, desde a chegada de Fidel ao poder, em 1959.

Entre eles, os entrevistados apontam um ensino universitário mais acessível a todos os cidadãos, um sistema de saúde de vanguarda, além de sucessos esportivos internacionais, tudo isso, apesar do embargo comercial dos Estados Unidos sobre a ilha.

Mas além de ressaltar as conquistas alcançadas na ilha após a revolução, "O Ouro de Cuba" pretende ser o reflexo do carinho que os cubanos têm com seu país, segundo seus responsáveis explicaram hoje, na entrevista coletiva de apresentação do documentário.

"A grande força desse povo foi nunca perder a cabeça, nem o sorriso. O ouro de Cuba é sua extraordinária beleza e seu amor por sua terra e sua pátria. Tanto é assim, que há pessoas que viajam a trabalho pelo mundo e que decidem depois voltar e ficar no país", comentou Montaldo. EFE mcs/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG