Cindy McCain viaja à Geórgia em missão humanitária

Washington, 25 ago (EFE) - Cindy McCain, esposa do candidato republicano à Presidência dos Estados Unidos, John McCain, partiu em direção à Geórgia para uma visita com fins humanitários, informou hoje o próprio aspirante.

EFE |

Em um ato em Sacramento (Califórnia) para arrecadar fundos para sua campanha, McCain se desculpou por sua esposa não estar presente, porque "foi para o pequeno país da Geórgia", disse aos seguidores.

A porta-voz do senador republicano, Jill Hazelbaker, confirmou que Cindy McCain viajou à Geórgia com o Programa Mundial de Alimentos (PMA), auspiciado pela ONU.

Embora seja uma visita-relâmpago de 24 horas, a esposa de McCain deve se reunir com o presidente do país, Mikhail Saakashvili, e visitar os soldados georgianos feridos no conflito na Ossétia do Sul.

John McCain, que baseia grande parte de sua campanha política em sua experiência como militar, defendeu a Geórgia no conflito que o país manteve com a Rússia pela região separatista da Ossétia do Sul.

Durante seu discurso, McCain afirmou hoje que é importante apoiar a Geórgia, porque é uma democracia e porque há importantes oleodutos que atravessam o país.

Cindy, herdeira de uma das distribuidoras de cerveja mais importantes dos Estados Unidos e cuja fortuna se avalia em mais de US$ 100 milhões, costuma fazer viagens com fins humanitários e recentemente foi a Ruanda e ao Vietnã. EFE elv/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG