Gustav - Mundo - iG" /

Cindy McCain e Laura Bush pedem ajuda a desabrigados por Gustav

St Paul (EUA.), 1 set (EFE) - A Convenção Nacional Republicana encerrou hoje seu primeiro dia com um apelo de Cindy McCain, a esposa do candidato presidencial John McCain, e da primeira-dama dos Estados Unidos, Laura Bush, a ajudar os desabrigados pelo furacão Gustav.

EFE |

Os breves discursos das duas mulheres foram os únicos hoje na convenção, que, por ordem de McCain, decidiu encurtar sua agenda e eliminar as atividades políticas para dar prioridade aos eventos na região afetada pela passagem de "Gustav" no sul do país.

"Pedimos que cada um de nós se comprometa a ajudar aqueles que precisem, na medida do possível", disse Cindy, elegante em um vestido amarelo, um colar de pérolas de várias voltas e um broche.

Perante a presença de vários dos filhos de McCain e a mãe do candidato, a esposa do senador pediu aos delegados que contribuam na página www.GreaterCause.com.

Ao seu apelo se uniu a primeira-dama, que pediu que todos colaborem, "hoje e a partir de agora, para ajudar aqueles que precisam e os que deverão reconstruir sua comunidade".

Antes, Laura Bush, usando um tailleur bege, tinha apresentado um vídeo no qual os governadores dos estados afetados expressaram sua determinação a enfrentar a adversidade e seu agradecimento à resposta obtida entre a convenção.

O "Gustav" tocou terra hoje como furacão de categoria 2, com ventos de 175 km/h, na localidade litorânea de Cocodrie. A cidade de Nova Orleans, na Louisiana, foi afetada por ventos de mais de 120 km/h.

Da mesma forma que ocorreu há três anos com o impacto do furacão "Katrina", a grande preocupação das autoridades era se os diques que protegem a Nova Orleans agüentariam os transbordamentos do rio Mississipi e as ressacas. EFE mv/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG