Cinco supostos membros do ETA são levados à justiça francesa

Os cinco supostos membros da organização separatista armada basca ETA, entre eles seu número um, Javier López Peña, conhecido como Thierry, detidos na terça e quarta-feira no sudoeste da França, foram levados neste sábado ao Palácio da Justiça de Paris, anunciou uma fonte judicial.

AFP |

A promotoria abrirá um processo judicial, principalmente contra López Peña, por "associação de malfeitores em relação a uma atividade terrorista", antes que um juiz de instrução antiterrorista seja designado para o caso.

Os suspeitos, assitidos por seus advogados, comparecerão perante o juiz instrutor que deverá comunicar suas respectivas acusações - e que mais tarde se decidirá a respeito de uma eventual prisão preventiva dos detidos.

Entre os cinco supostos membros do ETA em questão está "Thierry", que as autoridades espanholas consideram como a "pessoa de maior peso" no seio da organização armada.

Além dele, a polícia francesa e a guarda civil espanhola prenderam na terça-feira em Bordeaux (sudoeste) Ainhoa Ozaeta, Igor Suberbiola e Jon Salaberria.

No dia seguinte, o francês que havia alugado o apartamento de Bordeaux para o grupo foi detido em Bayonne.

Em prisão provisória, os cinco foram levados de Bordeaux para a capital francesa na sexta-feira, onde foram conduzidos à sede da subdireção antiterrorista (SDAT) em Levallois-Perret, periferia de Paris.

pr/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG