Cinco soldados iraquianos morrem devido a explosão de bomba

Bagdá, 2 dez (EFE).- Cinco soldados iraquianos morreram hoje devido à explosão de uma bomba na passagem de um comboio militar perto da cidade de Hilla, cerca de 100 quilômetros ao sul de Bagdá, informaram fontes policiais.

EFE |

Segundo as fontes, a bomba foi detonada na passagem de um grande comboio do Exército iraquiano na localidade de Al-Mesayeb, cerca de 15 quilômetros ao norte de Hilla, capital da província de Babel.

O veículo onde as cinco vítimas estavam ficou totalmente destruído, disseram as fontes, que não descartaram que o atentado tivesse como alvo um alto comando militar de Hilla.

Além disso, afirmaram que essa força militar estava se preparando para realizar uma operação de busca a grupos armados na região.

Em outra ocorrência, um civil ficou gravemente ferido por causa da explosão de uma bomba colocada por desconhecidos na moto da vítima, também em Al-Mesayeb.

As mesmas fontes revelaram que um ex-oficial de Exército e chefe do Conselho da Salvação na área de Al-Hauiya, perto da cidade de Kirkuk, cerca de 250 quilômetros ao norte de Bagdá, saiu ileso de uma tentativa de assassinato.

Acrescentaram que um grupo de desconhecidos lançou uma bomba caseira contra a casa do coronel reformado Khalaf Ibrahim, e que o ataque causou destruição no local. EFE am/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG