Bagdá, 9 ago (EFE).- Cinco supostos rebeldes morreram hoje e 80 suspeitos foram detidos por tropas iraquianas dentro das campanhas de segurança contra os redutos da rede terrorista Al Qaeda em Bagdá e na província de Diyala, ao nordeste da capital.

A informação foi dada pelo porta-voz do Ministério da Defesa iraquiano, general Mohammed al-Askari, em declarações à agência de notícias independente iraquiana "Aswat Al Iraq".

Askari disse que quatro insurgentes foram abatidos em duas operações realizadas nas áreas de Al-Khales e Bohruz, dentro da ofensiva militar iniciada no final de julho em Diyala.

Nessas duas operações, as forças iraquianas detiveram também trinta suspeitos de envolvimento em ações de violência.

A ampla campanha militar em Diyala tem o objetivo de colocar fim aos ataques da Al Qaeda e de grupos afins, que nos últimos meses tinham transformado essa província em seu principal reduto.

Além disso, as forças de segurança iraquianas mataram um rebelde e detiveram 50 pessoas em operações realizadas em diversas zonas de Bagdá, e nas quais também apreenderam um grande número armas e desativaram 18 cargas explosivas. EFE ah/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.