Cinco pessoas morrem congeladas no Himalaia indiano

Nova Délhi, 22 set (EFE).- Pelo menos cinco pessoas morreram congeladas após terem se perdido no Himalaia do noroeste indiano, enquanto outras 38 foram resgatadas pelas forças de segurança do país, informou uma fonte policial citada hoje pela agência PTI.

EFE |

A Polícia de Fronteira Indo-Tibetana (ITBP) só informou que uma das vítimas fatais é um mensageiro nepalês.

Os membros de uma expedição de trekking foram encontrados no distrito de Kalandani Khal, situado na região indiana de Uttarkhand, após uma forte nevada, informou em comunicado a ITBP, responsável pelo resgate.

No grupo resgatado ontem havia sete estrangeiros, dos quais seis eram australianos e um espanhol.

A operação, de quase seis horas, apresentou dificuldades por causa da orografia, da pouca visibilidade e das condições climatológicas, mas a Polícia conseguiu salvar os sobreviventes do grupo e recuperou os corpos, que estavam a uma altitude de 4,575 mil metros.

Quatro dos cadáveres foram levados para a delegacia de Mana, da mesma forma que os estrangeiros sobreviventes do grupo, que receberam primeiros socorros, comida e roupa.

O quinto cadáver continua no posto de montanha da ITBP, em Ghastoli, por causa de um deslizamento de terra que causou o fechamento da estrada até Mana.

Os membros da expedição, liderados por Shekhar Pathak, especialista na história do Himalaia, se perderam por causa da forte nevada, do frio e da pouca visibilidade.

A notícia sobre a situação de seu grupo chegou à Polícia no último dia 19, quando três mensageiros nepaleses chegaram ao posto de Ghastoli e informaram sobre o acontecido. EFE daa/fh/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG