O Irã executou com a forca cinco condenados neste domingo, entre eles uma mulher acusada de ter vínculos antirrevolucionários e de colocar bombas em inúmeras cidades, informou a agência Irna.

O Irã executou com a forca cinco condenados neste domingo, entre eles uma mulher acusada de ter vínculos antirrevolucionários e de colocar bombas em inúmeras cidades, informou a agência Irna.

Os cinco réus foram enforcados na prisão de Evin, em Teerã.

A mulher, Shirin Alamhuli, foi executada assim como Farzad Kamangar, Ali Heidarian, Farhad Vakili e Mehdi Eslamian.

Com estas execuções, já são 61 as pessoas executadas no Irã no correr do ano, segundo balanço da AFP com base nos informes da imprensa. No ano passado, foram executadas 270 pessoas.

fpn-jds/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.