Cinco peregrinos iranianos mortos no norte de Bagdá

Cinco peregrinos iranianos - quatro mulheres e um homem - que viajavam de ônibus perto de Baquba, norte do Iraque, foram assassinados nesta quarta, segundo o centro de comando das operações de segurança da província de Diyala.

AFP |

O veículo em que as vítimas se encontravam transportava trinta peregrinos.

Desde a queda do presidente Saddam Hussein em 2003, milhares de xiitas iranianos realizam peregrinações às cidades santas de Kerbala e Najaf.

Cerca de 2.000 peregrinos cruzam diariamente o posto fronteiriço de Mundharia, entre o Irã e a província iraquiana de Diyala, cuja capital é Baquba.

Os assassinatos desta quarta acontecem no dia seguinte a uma onda de atentados que deixaram 21 mortos no Iraque, um dos dias mais violentos desde a retirada em 30 de junho das tropas americanas das cidades do país.

Em abril de 2009, 56 pessoas, entre elas 52 peregrinos iranianos, morrerm num atentado contra um restaurante de Muqdadiyah, na província de Diyala, povoada por xiitas e sunitas.

str-aa/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG