Cinco palestinos mortos em ações do Exército de Israel

Cinco palestinos morreram neste sábado em operações do Exército de Israel na Faixa de Gaza e na Cisjordânia.

AFP |

Três faleceram em consequência dos tiros disparados por soldados israelenses quando tentavam cruzar a barreira de segurança que separa o norte da Faixa de Gaza do território do Estado hebreu, na passagem de Erez, segundo fontes médicas palestinas.

Um quarto palestino ficou ferido. As vítimas pretendiam entrar em Israel para trabalhar ilegalmente, segundo as mesmas fontes.

Em Nablus, Cisjordânia, dois palestinos membros do partido Fatah do presidente da Autoridade Palestina, Mahmud Abbas, morreram em uma incursão militar israelense.

Ghassan Abu Sheikh, 39 anos, e Raed Zorghi, que não teve a idade divulgada, morreram na ação dos soldados israelenses que entraram na cidade antiga de Nablus, um setor autônomo do norte da Cisjordânia.

Uma mulher também ficou ferida.

Os soldados israelenses cercaram as duas casas onde estavam os palestinos mortos, que segundo fontes palestinas não estavam na lista de ativistas procurados pelo Exército israelense.

A incursão aconteceu depois que um colono israelense foi assassinado na quinta-feira quando dirigia seu veículo pela mesma região, em um ataque reivindicado pelo grupo Imad Mughnieh das Brigadas dos Mártires de Al-Aqsa, ligadas ao Fatah.

str-chw/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG