Cinco mortos em ataque contra ministério da Informação afegão

Pelo menos cinco pessoas morreram nesta quinta-feira em um audacioso atentado suicida no interior do ministério afegão da Cultura e Informação, em pleno centro de Cabul.

AFP |

Um porta-voz dos talibãs reivindicou o ataque, que se soma a uma onda de violência que atinge a capital afegã há um ano.

Durante a madrugada, um comando talibã atacou a entrada do ministério, abrindo fogo contra os guardas de segurança antes que camicaze se infiltrasse dentro do edifício, onde fez explodir sua carga a pouca distância do gabinete do ministro, que não se encontrava no local.

"O atentado ocorreu na sala de conferências do ministério da Cultura e Informação. Cinco pessoas morreram e outras cinco ficaram feridas, três delas em estado crítico", declarou à AFP o chefe adjunto da polícia de Cabul, Alishah Ahmadzai.

"O muro da ala norte do ministério foi destruído pela explosão. Uma conferência estava sendo realizada na sala", acrescentou.

O porta-voz do ministério do Interior, Zemarai Bashari, afirmou que o atentado suicida aconteceu no primeiro andar do edifício.

"Três mujahedines atacaram o ministério da Cultura e abriram fogo contra os guardas. Um deles entrou no ministério e detonou os explosivos. Os outros conseguiram escapar", afirmou Zabihulah Mujhahid.

"Este atentado teve como alvo especialistas estrangeiros", acrescentou.

Entre os mortos, há uma mulher e seis pessoas ficaram feridas.

Um homem foi preso pela polícia no local.

O ministro da Informação, Abdul Karim Joram, ex-assesor do comandante militar Gulbuddin Hekmatyar, ficou ferido num atentado em Kandahar, em 17 de maio de 2007.

O presidente afegão, Hamid Karzai, de visita a Istambul, condenou energicamente o atentado, classificando-o de "ato bárbaro, desumano e contrário ao Islã".

O Afeganistão é palco de uma violenta insurreiçao desde que o regime dos talibãs foi derrubado no final de 2001 por uma coalizão internacional dirigida pelos Estados Unidos.

wm-br/fp/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG