Madri, 11 jul (EFE).- Cinco militares espanhóis foram isolados na base de Herat, no Afeganistão, como medida preventiva, ao apresentar sintomas de gripe, informaram à Agência Efe fontes do Estado-Maior da Defesa da Espanha.

Além desses cinco militares, outros 12 foram também isolados, já que, embora não apresentem nenhum sintoma, tiveram contato direto com os primeiros.

Um avião levará amanhã de Herat a Madri amostras dos militares que apresentam sintomas, que serão analisadas na capital espanhola, seguindo os protocolos da Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre a gripe suína.

Os médicos que os atendem suspeitam que seja gripe comum, mas será preciso esperar para se descartar o vírus A (H1N1) com a análise das amostras.

Os militares viajaram ao Afeganistão em 7 de julho e fazem parte do "batalhão eleitoral", que tem como objetivo contribuir para a segurança das eleições neste país em 20 de agosto.

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE abs/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.