Cinco funcionários da MSF sequestrados em Darfur

Cinco funcionários da seção belga da organização Médicos Sem Fronteiras (MSF) foram sequestrados em Darfur, região oeste do Sudão devastada por uma guerra civil.

AFP |

"Confirmo o sequestro de três funcionários estrangeiros e dois empregados locais", afirmou à AFP uma fonte da organização não governamental (ONG) que pediu anonimato.

"Foram sequestrados ontem (quarta-feira) em Darfur norte. É algo muito sério", declarou à AFP outra fonte ligada ao caso, antes de afirmar que a identidade dos sequestradores é desconhecida.

A seções francesa e holandesa da MSF foram expulsas de Darfur semana passada pelas autoridades sudanesas, depois que a Corte Penal Internacional (CPI) emitiu uma ordem de prisão contra o presidente do Sudão, Omar al-Bashir, por crimes de guerra e contra a humanidade.

As seções da Bélgica, Suíça e Espanha não haviam sido expulsas.

A guerra civil em Darfur provocou 300.000 mortes desde 2003, segundo a ONU, mas apenas 10.000 para Cartum, além de 2,7 milhões de deslocados.

gl/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG