Cinco aviões com ajuda humanitária chegarão esta semana a Mianmar

Genebra, 19 mai (EFE).- A Cruz Vermelha e o Crescente Vermelho vão aumentar significativamente sua ajuda aos desabrigados birmaneses pelo ciclone Nargis, com a chegada, esta semana, de outros cinco aviões que transportarão cada um 40 toneladas de material humanitário.

EFE |

Os aviões voarão de Kuala Lumpur, na Malásia, a Yangun, antiga capital e maior cidade de Mianmar, anunciou hoje a organização, em comunicado.

"Estes vôos farão com que nossas operações sejam mais eficientes em função dos custos e, o que é mais importante, nos permitirão mandar mais ajuda a Mianmar", indicou Igor Dmitryuk, chefe da unidade regional de logística de Kuala Lumpur da Federação Internacional da Cruz Vermelha (FICV).

Até o momento, aterrissaram em Yangun 25 aviões da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho, com 302 toneladas de provisões de socorro essenciais. Nos vôos desta semana serão enviados ao país outras 220 toneladas.

"Estamos ampliando nossas operações em Mianmar e distribuindo mais e mais provisões de socorro em zonas devastadas pelo ciclone em Yangun e arredores", assinalou John Sparrow, porta-voz da FICV em Bangcoc.

Ele acrescentou, no entanto, que "a linha de envio de provisões de socorro nos ajudará a chegar a mais desabrigados; mas precisamos de mais, se quisermos prevenir uma catástrofe de proporções maiores", afirmou.

Segundo ele, seguem sendo necessidades prioritárias a água potável e tendas plásticas para dar abrigo às pessoas que ficaram sem casas.

A Cruz Vermelha já levou a Yangun 42 mil mosquiteiros, 36 mil toldos, caixas com materiais de refúgio para 35 mil pessoas, mais de 20 mil vasilhas e mais de 7 mil pacotes de utensílios de cozinha.

EFE vh/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG