Cinco ataques a bomba matam mais de cem em Bagdá

Uma série de cinco ataques com carros-bomba matou pelo menos 101 pessoas e deixou dezenas de feridos nesta terça-feira na capital do Iraque, Bagdá. A primeira explosão, as 10h25 locais (05h25 em Brasília), detonada em um carro dirigido por um militante suicida, tinha como alvo uma patrulha da polícia em frente ao Instituto de Tecnologia no distrito de Doura, e matou 15 pessoas - três policias e 12 estudantes.

BBC Brasil |

Outras quatro explosões, todas próximas a prédios de instituições ligadas ao governo - os ministérios do Trabalho, da Justiça e do Interior, e ainda o mercado de Rasafi, perto do Instituto de Belas Artes- se seguiram em questão de poucos minutos.

Os ataques vieram dois dias depois da aprovação, pelo Parlamento, da lei eleitoral que abre caminho para a realização da segunda eleição geral no país desde a queda de Saddam Hussein.

Em outubro, uma série de ataques a bomba coordenados matou pelo menos 155 pessoas e deixou centenas de feridos em Bagdá.

Mas dados apresentados pelo governo iraquiano dizem que a violência no país caiu nos últimos 18 meses.

Todos os postos de controle na cidade foram fechados após os ataques desta terça-feira.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG