Cientistas relatam desaparecimento de banquisa antártica

WASHINGTON (Reuters) - Uma plataforma de gelo antártica desapareceu rapidamente, uma outra está sumindo, e as geleiras estão derretendo a um ritmo mais rápido do que se imaginava, disseram pesquisadores dos governos dos Estados Unidos e da Grã-Bretanha na sexta-feira. Eles disseram que a Banquisa Wordie, que vinha se desintegrando desde a década de 1960, já não existe mais, e que a parte norte da Banquisa Larsen também já sumiu. Mais de 8.300 quilômetros quadrados de gelo já se separaram da plataforma Larsen desde 1986.

Reuters |

A culpa de tudo isso é da mudança climática, segundo relatório conjunto do Departamento de Pesquisas Geológicas dos EUA e do Departamento Britânico de Pesquisas Antárticas, publicado no endereço http://pubs.usgs.gov/imap/2600/B.

"O rápido recuo das geleiras ali demonstra mais uma vez os profundos efeitos que o nosso planeta já está experimentando --mais rapidamente do que se sabia previamente-- como consequência da mudança climática", disse o secretário norte-americano do Interior, Ken Salazar, em nota.

"Este recuo contínuo e muitas vezes significativo das geleiras é um alerta de que a mudança está acontecendo... e que precisamos ficar preparados", disse em outra nota a glaciologista Jane Ferrigno, que comandou o estudo na Antártida.

"A Antártida é de especial interesse porque abriga estimados 91 por cento do volume de geleiras da Terra, e a mudança em qualquer lugar da capa de gelo representa riscos para a sociedade", afirmou ela.

Em um outro relatório, publicado na revista Geophysical Letters, a Administração Nacional Oceânica e Atmosférica dos EUA diz que o gelo está derretendo muito mais rapidamente do que o previsto também no Ártico. A conclusão deriva de novas análises informatizadas e de recentes medições do gelo.

O Painel Climático da ONU projeta que a temperatura atmosférica da Terra irá subir entre 1,8 grau Celsius e 4 graus Celsius neste século, em grande parte por causa das emissões gases do efeito estufa provocadas pelo homem, e que isso irá provocar inundações, secas, ondas de calor e tempestades mais violentas no mundo todo.

O derretimento das geleiras e das banquisas poderá elevar o nível do mar e inundar definitivamente áreas baixas.

(Reportagem de Maggie Fox)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG