Cientistas organizam Eurocopa para robôs

Um grupo de cientistas europeus resolveu organizar um campeonato de futebol de robôs para coincidir com a realização da Eurocopa, que está sendo disputada na Áustria e Suíça. O título da Eurocopa robótica ficou com a equipe da Eslovênia que goleou o time da Áustria por 9 a 1, na grande final.

BBC Brasil |

Os jogadores são pequenos cubos metálicos equipados com sensores especiais que utilizam algorítimos complexos para tentar localizar a bola, driblar os adversários e marcar o gol.

Segundo os cientistas, as partidas ocorrem sem a interferência de seres humanos. Os robôs recebem a ordem de movimento por ondas radiofônicas, emitidas a partir de um computador que analisa os dados de posicionamento dos adversários e da bola, passados por uma câmera montada sobre o campo. A câmera registra a posição de cada robô-jogador 120 vezes por segundo.

Segundo um dos organizadores do evento, o professor Guido Bugman, da Universidade de Plymouth, da Grã-Bretanha, o objetivo do grupo é desenvolver a tecnologia para que em 2050 possa colocar em campo um time formado somente por robôs para enfrentar jogadores humanos.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG