Cientistas fotografam o evento cósmico mais distante já descoberto

Astrônomos americanos anunciaram nesta terça-feira ter fotografado o incidente cósmico mais distante já descoberto. A fotografia mostra o resultado da colossal explosão de uma estrela gigante a uma distância de mais de 13 bilhões de anos-luz. O evento foi batizado pelos cientistas de GRB 090423.

BBC Brasil |

Segundo os cientistas, a explosão, que teria resultado na criação de um buraco negro, foi descoberta em 23 de abril por um observatório espacial da Nasa, o Swift, que tem a capacidade de captar emissões de raios gama de incidentes cósmicos distantes.

Depois da descoberta, outros telescópios foram usados para analisar a mesma região do céu, confirmando a fonte das emissões.

"Isto nos leva a domínios que nunca vimos antes", disse o cientista Nial Tanvir, da Universidade de Leicester, na Grã-Bretanha.

"Este é a mais distante erupção de raios gama já detectada, e também o evento mais distante já descoberto."

Até agora, o evento mais distante que já havia sido observado também pelo Swift, em setembro do ano passado, havia ocorrido há 190 milhões de anos luz mais próximo da Terra do que o GRB 090423.

Segundo o professor Gerry Gilmore, da Universidade de Cambridge, a estrela que explodiu no evento foi "provavelmente uma das primeiras estrelas a se formar no universo".


Leia mais sobre universo

    Leia tudo sobre: universo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG