Cientistas espanhóis descobrem molécula que inibiria alguns tipos de leucemia

Madri, 9 jun (EFE).- Uma equipe de cientistas do Centro Nacional de Pesquisas Oncológicas (CNIO, em espanhol) da Espanha, descobriu uma molécula que pode controlar o desenvolvimento de alguns tipos de leucemia causados pela presença do cromossomo Philadelphia.

EFE |

Segundo o estudo publicado no último número da revista "Cancer Cell", os novos tipos de tratamento que poderiam ser implantados "beneficiariam particularmente os pacientes que são resistentes aos métodos atuais", explicou o cientista Marcos Malumbres.

A pesquisa demonstrou que uma molécula, o microRNA mir-203, teve uma ação destacada nos tipos de leucemia nos quais está presente o cromossomo Philadelphia.

Segundo Malumbres, os resultados da pesquisa revelam que o "mir-203 funciona como um supressor de tumores e que este microRNA pode ter efeitos terapêuticos em determinados tipos de leucemia".

EFE aqr/plc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG