Cientistas desvendam processo molecular que produz cabelos brancos

Berlim, 5 mar (EFE).- Cientistas da Universidade Johannes Gutenberg de Mainz, no sudoeste da Alemanha, e da Universidade de Bradford, no Reino Unido, conseguiram desvendar o mistério dos fios brancos, ao decodificar o processo molecular que provoca a descoloração do cabelo.

EFE |

"O ponto de partida é o peróxido de hidrogênio, que conhecemos como água oxigenada", explicou o especialista Heinz Decker, do instituto de Biofísica da universidade alemã.

Com o passar dos anos, o cabelo gera mais quantidades desse composto químico e inibe a produção de melanina, o pigmento da cor, afirmou.

O aumento da produção do peróxido de hidrogênio aumenta porque o metabolismo perde velocidade e deixa de poder decompor o composto químico em seus dois componentes, água e oxigênio, o que leva à acumulação da fórmula, explicou Decker.

Os cientistas alemães e britânicos descobriram que a enzima catalase, que normalmente neutraliza o peróxido de hidrogênio, aparece em uma concentração muito baixa em idades avançadas.

Por sua vez, o crescente volume de peróxido de hidrogênio freia a produção de outra enzima, o que, por sua vez, faz com que a produção de melanina seja interrompida.

O fenômeno gera um efeito bola de neve que atinge, pouco a pouco, todo o cabelo, da raiz até as pontas, originando os fios brancos.

Com a descoberta, os cientistas esperam poder estimular a busca de métodos para tratar melhor os problemas de pigmentação da pele e o cabelo. EFE ih/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG