Madri, 26 ago (EFE).- Uma equipe do Conselho Superior de Pesquisas Científicas da Espanha (CSIC) descobriu que as aves também têm favoritismos e preferem as crias com a plumagem mais colorida, em detrimento dos filhotes que são menos vistosos.

O resultado destas preferências é que os progenitores, pelo menos os de Chapim-real - Parus major -, alimentam mais as crias que tem mais "refletância ultravioleta" em suas plumas, considerando que esta característica é um indicador da característica individual de algumas espécies.

Alimentar as crias com as cores mais vistosas garantiria o êxito reprodutor da espécie, segundo os pesquisadores do CSIC.

Os cientistas do Museu Nacional de Ciências Naturais de Madri bloquearam a "refletância ultravioleta" situada em forma de mancha na nuca e no peito e viram que as crias com esta característica cresceram menos.

O diretor do trabalho, Ismael Galván, explicou que a plumagem colorida nesta espécie, e provavelmente em outras, serve para a comunicação entre adultos e crias e para encontrar um parceiro.

As conclusões do trabalho apareceram na revista especializada "Nature". EFE ecg/fal

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.