Cientistas descobrem causa da fadiga em pessoas com doenças neuromusculares

(Embargada até 15h de Brasília) Londres, 26 out (EFE).- A causa do esgotamento e da fadiga nas pessoas com doenças neuromusculares, como a distrofia muscular de Duchenne, é a falta de uma molécula na membrana celular dos músculos.

EFE |

Uma equipe de pesquisadores da Universidade de Iowa (EUA) explica hoje na revista científica britânica "Nature" que a falta do óxido nítrico sintase neuronal (nNOS) causa a fadiga muscular nesses pacientes.

Nos músculos saudáveis, a nNOS dilata os vasos sanguíneos para que aqueles se recuperem mais rapidamente do exercício físico.

Os pacientes com desordens neuromusculares têm um esgotamento físico extremo inclusive depois de esforço mais leve.

Os cientistas detectaram a falta dessa molécula na membrana das células musculares de ratos de laboratório com doenças neuromusculares.

A partir disso, analisaram amostras de tecido de pacientes que, com ampla categoria de desordens, sofriam com fadiga muscular, e também encontraram uma escassez desta molécula.

A equipe de pesquisa, liderada por Kevin Campbell, forneceu aos ratos remédios que atuavam como a nNOS, o que permitiu que os animais recuperassem muito mais rapidamente a atividade depois do exercício.

Os cientistas asseguram que sua descoberta poderá representar o primeiro passo para o desenvolvimento de tratamentos que melhorem a qualidade de vida desses pacientes. EFE vmg/fh/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG