Cientistas cultivam células-tronco que reproduzem defeitos genéticos

Cientistas americanos cultivaram em laboratório novas linhagens de células-tronco humanas que reproduzem defeitos genéticos responsáveis por dez enfermidades incuráveis, entre elas o Mal de Parkinson, segundo estudo divulgado na revista Cell.

AFP |

Estas novas séries de células-tronco puderam ser obtidas com uma nova técnica: a conversão de células comuns da pele e da medula óssea de indivíduos que sofrem destas doenças em células-tronco, contendo o mesmo problema genético, explicaram os cientistas.

A técnica poderá acelerar as investigações para buscar tratamentos, confiam.

"A medicina procura há tempos um meio de estudar as doenças em proveta e desenvolver para isso células que possam ser cultivadas e tomar a forma de numerosos tecidos afetados; por exemplo: de diferentes enfermidades do sangue, do cérebro e do músculo cardíaco", explicou o médico George Daley do Howard Hughes Medical Institute (Maryland, leste), principal autor desta investigação.

"Temos agora o meio de fazer exatamente isso, criando células enfermas com vários potenciais que permitem produzir diferentes tecidos e fazê-los crescer indefinidamente", acrescentou.

"Poderíamos, assim, criar modelos de enfermidades com milhares de variações com a ajuda de técnicas clássicas de cultivo celular", explicou Daley.

Além do diabetes juvenil e do Mal de Parkinson, as outras enfermidades em questão nestas séries celulares são as dos tipos de distrofia muscular, males de Huntington e de Gaucher, e as de síndromes de Down, de Shwachman-Diamond e de Lesch-Nyhan.

js/eg/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG